Polícia

Político suspeito de ameaçar prefeito de MS tem carro alvejado no Paraguai

O político paraguaio Carlos Rubén Sánchez, de 44 anos conhecido como “Chicaron”, sofreu uma tentativa de homicídio nesta sexta-feira (27), ao ter seu carro alvejado por pelo menos 17 tiros de diferentes calibres na zona de Piray, departamento de Amambay, no Paraguai. Na caminhonete onde estava Chicaron, estavam outras três pessoas, mas que nenhum ficou […]

Vinícius Costa Publicado em 27/12/2019, às 23h19 - Atualizado em 28/12/2019, às 10h52

(Foto: Capitan Bado)
(Foto: Capitan Bado) - (Foto: Capitan Bado)

O político paraguaio Carlos Rubén Sánchez, de 44 anos conhecido como “Chicaron”, sofreu uma tentativa de homicídio nesta sexta-feira (27), ao ter seu carro alvejado por pelo menos 17 tiros de diferentes calibres na zona de Piray, departamento de Amambay, no Paraguai.

Na caminhonete onde estava Chicaron, estavam outras três pessoas, mas que nenhum ficou ferida, muito em virtude de o veículo ser blindado. O político ao sobreviver ao ataque, disse à polícia que participaram da tentativa entre 7 e 8 pessoas que deram fuga após os tiros e estavam a bordo de uma caminhonete.

Em uma mata próximo à rodovia que se encontrava, Carlos Sánchez pediu ajuda à polícia de Pedro Juan Caballero e de outros municípios para ser resgato em segurança, afirmou o diário Capitan Bado.

Apesar da blindagem do carro, o político apenas sofreu pequenos ferimentos no antebraço esquerdo por conta dos estilhaços que saíram do vidro, mas todos eles sem qualquer gravidade. Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, os tiros vieram de fuzis 7.62, pistola 9 milímetros e escopetas de calibre 12.

Agentes da 25º Delegacia da colônia de Piray foram alertados sobre o incidente e, quando chegaram ao local, encontraram o caminhão da vítima, da marca Fortuner, prateado, com vários impactos de balas e sem ocupante, com o motor ligado.

Ameaça de morte

No ano de 2016, Chicaron foi preso por um mandado em razão da ameaça feita com armas de fogo contra o prefeito de Coronel Sapucaia, Rudi Paetzold.

Suplente de deputado federal no país vizinho, Chicharon foi preso enquanto visitava Chimenes Jarvis Pavão, brasileiro que cumpre pena por tráfico de drogas no Grupamento Especializado de Polícia Nacional, uma unidade de detenção considerada de alta segurança, localizada no Paraguai.

Jornal Midiamax