Polícia

Morto em troca de tiros após sequestrar advogada participou de roubo a banco

Um dos assaltantes mortos na troca de tiros com equipes do Batalhão de Choque durante a madrugada desta quarta-feira (31) teria participado de uma tentativa de arrombamento a uma agência bancária do Sicredi, na cidade de Sidrolândia, no dia 22 de julho deste mês. Abraão Ferrarezi de Lima de 18 anos estava envolvido na tentativa […]

Thatiana Melo Publicado em 31/07/2019, às 10h10 - Atualizado às 17h33

None

Um dos assaltantes mortos na troca de tiros com equipes do Batalhão de Choque durante a madrugada desta quarta-feira (31) teria participado de uma tentativa de arrombamento a uma agência bancária do Sicredi, na cidade de Sidrolândia, no dia 22 de julho deste mês.

Abraão Ferrarezi de Lima de 18 anos estava envolvido na tentativa de roubo ao banco, no dia 22. Ele morreu durante a madrugada desta quarta (31), na troca de tiros. Davi Vitor Mendes de 21 anos também morreu. Eles estavam no cativeiro, no Indubrasil tomando conta da advogada, que estava amarrada em meio a um matagal. A mulher que estava junto deles conseguiu escapar.

Outros dois bandidos acabaram presos com o veículo Toyota RAV4 da advogada, na Avenida Duque de Caxias. Foram presos Michael Vera Cruz, de 30 anos e Ronaldo de Andrade Costa, de 23 anos. Eles confessaram o crime afirmando que o carro seria levado para Corumbá. Os dois disseram que receberiam o valor de R$ 3 mil pelo serviço.

A advogada foi sequestrada na rua Euclides da Cunha quando esperava pelo marido em frente a um restaurante.

Jornal Midiamax