Polícia

Morto a pauladas por comer galo foi vítima de vizinho dedo-duro

Daniel Rocha da Silva confessou o assassinato de Mauri Almeida Gonçalves de 33 anos, no último domingo (24), na cidade de Rio Brilhante – a 158 quilômetros de Campo Grande. A vítima foi morta após comer um galo de um vizinho. Depois de três pessoas serem ouvidas pelo delegado Guilherme Sarin foi descoberto que, Daniel […]

Thatiana Melo Publicado em 27/03/2019, às 10h42 - Atualizado às 18h04

None

Daniel Rocha da Silva confessou o assassinato de Mauri Almeida Gonçalves de 33 anos, no último domingo (24), na cidade de Rio Brilhante – a 158 quilômetros de Campo Grande. A vítima foi morta após comer um galo de um vizinho.

Depois de três pessoas serem ouvidas pelo delegado Guilherme Sarin foi descoberto que, Daniel – que não é o dono galo- teria matado a pauladas Maurí quando ele foi tirar satisfação ao ser dedurado pelo autor ao dono do animal.

Segundo o site Rio Brilhante em Tempo Real, Daniel confessou ter dado as pauladas na vítima depois de ela o procurar para tirar satisfação por ele ter contado sobre o fato do galo ter sido morto por ele.

Os dois teriam entrado em luta e para se defender, Daniel pegou um pedaço de pau a desferiu vários golpes contra a vítima. O autor foi ouvido e liberado, respondendo em liberdade pelo crime.

Jornal Midiamax