Polícia

Morador arma emboscada e detém ladrão que invadiu residência três vezes

Homem de 35 anos foi preso depois de furtar uma roda de caminhonete em residência localizada na Vila Santa Luzia, em Campo Grande, na noite desta sexta-feira. Ele chegou a entrar no imóvel por três vezes, mas caiu em emboscada armada pelo morador e foi detido até a chegada da Polícia Militar. O suspeito tentou […]

Renan Nucci Publicado em 27/07/2019, às 08h37 - Atualizado em 28/07/2019, às 11h37

Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)
Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax) - Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)

Homem de 35 anos foi preso depois de furtar uma roda de caminhonete em residência localizada na Vila Santa Luzia, em Campo Grande, na noite desta sexta-feira. Ele chegou a entrar no imóvel por três vezes, mas caiu em emboscada armada pelo morador e foi detido até a chegada da Polícia Militar. O suspeito tentou se desculpar dizendo acreditar em Deus.

Segundo boletim de ocorrência, o morador, de 42 anos, disse que na quinta-feira, por volta das 19h30, chegava em sua residência e enquanto entrava com carro, o suspeito invadiu o local sem ser convidado, abordando-o para pedir doação de alimentos. A vítima doou arroz e o homem também pediu para levar alguns ferros que estavam no chão, mas houve recusa.

Na tarde de sexta-feira, a filha do morador telefonou para o pai, que estava fora de casa, alegando que o mesmo homem havia voltado à residência e estava batendo palmas. Como a garota não atendeu, o suspeito imaginou que não haveria ninguém no local e pulou o muro, invadindo o imóvel pela segunda vez, e passou a mexer com objetos que estavam para fora.

Logo em seguida ele foi embora, antes que fosse detido. Por volta das 19 horas, o morador voltou para a casa e deu conta de que havia sido levada a roda de uma caminhonete. Acreditando que o ladrão poderia voltar, a vítima pediu para a esposa estacionar o carro no vizinho, para dar a entender de que não havia ninguém em casa. O portão foi deixado destrancado, a fim de facilitar a ação do desconhecido.

Não demorou para que o ladrão retornasse e entrasse na casa pela terceira vez. A vítima, que já estava esperando, fez a abordagem e questionou o que o homem sobre que ele fazia no local naquela hora. Ele então tentou se justificar alegando que estava ali para carpir o terreno e para fazer uma horta. No entanto, o morador não acreditou e acionou a PM, para que o autor fosse preso.

O ladrão disse que a roda foi vendida para um galpão de reciclagem e que voltou à casa para pedir desculpas, pois era pai de família, trabalhador e acreditava em Deus. Quando a PM chegou ao local, ele alegou que estava na casa porque havia sido convidado pelo morador que prometeu lhe dar uma bateria, mas o morador negou. Diante dos fatos, o caso foi encaminhado à Polícia Civil. O suspeito responde por furto e tentativa de furto.

Jornal Midiamax