Polícia

Guerra entre facções pode ter causado execução no Tiradentes

Homicídio ocorrido no dia 28 de setembro, na Rua da Flauta, teria sido motivado por uma disputa entre facções criminosas, aponta a investigação policial. Fernando Garcia de Arruda de 25 anos, o ‘Shrek’, foi assassinado com vários tiros no fim da tarde daquele sábado. O caso foi investigado a princípio pela 4ª Delegacia de Polícia […]

Renata Portela Publicado em 16/10/2019, às 11h19 - Atualizado às 14h53

Fernando foi executado na rua (Foto: Renata Portela, Midiamax)
Fernando foi executado na rua (Foto: Renata Portela, Midiamax) - Fernando foi executado na rua (Foto: Renata Portela, Midiamax)

Homicídio ocorrido no dia 28 de setembro, na Rua da Flauta, teria sido motivado por uma disputa entre facções criminosas, aponta a investigação policial. Fernando Garcia de Arruda de 25 anos, o ‘Shrek’, foi assassinado com vários tiros no fim da tarde daquele sábado.

O caso foi investigado a princípio pela 4ª Delegacia de Polícia Civil e segundo o delegado Tiago Macedo, foram ouvidas 12 testemunhas até o momento. O autor do crime foi identificado como ‘Pônei’ e está foragido. Segundo a autoridade, ele já cumpre pena por outro crime e está evadido do Sistema Penal.

A polícia apurou que a execução seria por conta de uma disputa entre facções criminosas, mas não entrou em detalhes. No dia do crime, populares chegaram a relatar ao Jornal Midiamax que ‘Shrek’ teria sido visto em cima de telhados de casas na região e a Polícia Militar foi acionada.

Pessoas que mantêm bocas de fumo no bairro não teriam gostado e isso poderia ter relação com o crime, mas o fato não foi confirmado pela polícia até o momento. Fernando morava na mesma rua em que foi assassinado e o caso agora será encaminhado para a DEH (Delegacia Especializada de Homicídios).

Relembre o caso

No fim da tarde do dia 28, Fernando estava na frente de uma residência quando dois homens chegaram em uma motocicleta. O garupa desceu e começou a atirar na vítima, descarregando a pistola em Fernando, que foi atingido por aproximadamente 13 disparos.

Foram apreendidas no local as cápsulas deflagradas, calibre 9mm. Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia estiveram no local do crime.

Jornal Midiamax