Dupla armada com fuzil leva R$ 21 mil de empresário que ia pagar funcionários

Empresário, de 34 anos, perdeu R$ 21 mil durante um assalto na tarde desta sexta-feira (15), próximo a ponte do Rio Cascavel na MS-223. A vítima foi abordada por suspeitos encapuzados e armados com fuzil no trajeto para Costa Rica, onde iria pagar funcionários. Conforme o portal MS Todo Dia, o empresário ia para Costa […]
| 16/03/2019
- 13:12
Dupla armada com fuzil leva R$ 21 mil de empresário que ia pagar funcionários

Empresário, de 34 anos, perdeu R$ 21 mil durante um na tarde desta sexta-feira (15), próximo a ponte do Rio Cascavel na MS-223. A vítima foi abordada por suspeitos encapuzados e armados com fuzil no trajeto para Costa Rica, onde iria pagar funcionários.

Conforme o portal MS Todo Dia, o empresário ia para Costa Rica pagar o salário de trabalhadores, por volta das 13h40, quando 2 suspeitos encapuzados e armados com revólver e fuzil saíram da mata. Um terceiro indivíduo teria estacionado um Gol na pista para facilitar a abordagem dos criminosos.

O homem relatou que os ladrões imediatamente exigiram a pasta com o dinheiro e, após também levarem os documentos pessoais do empresário, atiraram em três pneus da caminhonete do empresário. Uma testemunha teria flagrado a ação e acionado a Polícia Militar.

Ainda de acordo com o noticiário, durante deslocamento, os policiais encontraram outra testemunha que afirmou ter visto um Gol branco seguindo na direção de uma estrada que dá acesso a um canavial. Após buscas, a equipe se deparou com várias marcas de pneu no chão e encontrou o automóvel, com placas de Chapadão do Sul, escondido no meio da cana.

Pelas redes sociais, o homem lamentou o ocorrido e pediu justiça:

“Hoje dia 15/03/2019, um dos piores dia da minha vida. Sai de Costa Rica e chegando no córrego Cascavel três bandidos pararam meu carro. Eles sabiam que eu estava trazendo dinheiro de trabalhadores que trabalharam o mês inteiro e aguardavam para pegar e pagar suas contas. Bandidos ali com armas apontadas para mim. Uma pistola e supostamente um fuzil. Ali travei minhas pernas e não conseguia me movimentar. Vocês bandidos, você informante, deixaram cinco pessoas sem reação e com uma cicatriz que jamais será apagada de nossas memórias. Peço a Jesus que os abençoe mesmo com tanta crueldade e, se a polícia vier a pegar vocês, quero ver a face de cada um.”

Veja também

A Prefeitura de Campo Grande retoma as obras de recapeamento na Rua Rui Rui Barbosa,...

Últimas notícias