Polícia

Caminhonete roubada na Bahia é recuperada pelo DOF lotada com 1,5 tonelada de maconha

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) recuperaram nesta quinta-feira (19), uma caminhonete que foi roubada na Bahia. O veículo estava lotado com 1,5 tonelada de maconha e seis homens foram presos. A apreensão aconteceu na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, durante a Operação Hórus da Seopi (Secretaria de Operações […]

Dayene Paz Publicado em 20/12/2019, às 14h32 - Atualizado às 14h37

Droga estava dividida em 66 fardos | Foto: Divulgação
Droga estava dividida em 66 fardos | Foto: Divulgação - Droga estava dividida em 66 fardos | Foto: Divulgação

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) recuperaram nesta quinta-feira (19), uma caminhonete que foi roubada na Bahia. O veículo estava lotado com 1,5 tonelada de maconha e seis homens foram presos. A apreensão aconteceu na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, durante a Operação Hórus da Seopi (Secretaria de Operações Integradas), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

De acordo com as informações da polícia, o DOF recebeu a informação de que um caminhão frigorífico estaria sendo carregado com maconha em um estabelecimento comercial, no Jardim Márcia. Os policiais foram até o local, onde cinco, dos seis homens que estavam no estabelecimento, tentaram fugir, mas foram capturados.

Três homens foram os responsáveis em levar a camionete Hilux carregada com a droga para a transposição até o caminhão frigorífico, que seguia com uma carga de alimentos de origem animal para a cidade de São Paulo (SP). O dono do estabelecimento comercial recebeu dinheiro para ceder o espaço para a ação criminosa.

Durante a checagem nos veículos, os policiais descobriram um registro de roubo da Hilux ocorrido no dia 4 de julho de 2019, na cidade de Camaçari (BA).

A ocorrência foi registrada e entregue na Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira), onde os seis homens foram autuados por tráfico de drogas e estão à disposição da Justiça.

Jornal Midiamax