Polícia

Viatura que flagrou morte de pedreiro se envolveu em acidente

Uma viatura que flagrou o momento em que o pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, de 34 anos, foi morto com golpes de tesoura, na Avenida Mato Grosso, na manhã desta segunda-feira (7), em Campo Grande, teria se envolvido em um acidente quando ia fazer a prisão do autor. Segundo a Polícia Civil, no momento […]

Thatiana Melo Publicado em 07/05/2018, às 09h01 - Atualizado às 14h54

None

Uma viatura que flagrou o momento em que o pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, de 34 anos, foi morto com golpes de tesoura, na Avenida Mato Grosso, na manhã desta segunda-feira (7), em Campo Grande, teria se envolvido em um acidente quando ia fazer a prisão do autor.

Segundo a Polícia Civil, no momento em que o pedreiro era morto, uma viatura da PM que fazia ronda pela região flagrou o crime. Ao tentar efetuar a prisão do autor, a viatura acabou se envolvendo em um acidente de trânsito e o bandido conseguiu fugir à pé em direção à Esplanada Ferroviária, deixando para trás um pé de chinelo.

A moça que seria assaltada foi deixada pelo pai em um ponto de ônibus na Avenida Mato Grosso. O delegado da 1º Delegacia de Polícia Civil Camilo Kettenhuber disse que imagens de câmeras de segurança de uma loja de roupas irão ajudar a entender como todo o crime aconteceu. “Por mais que veja isso todos os dias, é muito chocante. A vítima estava indo trabalhar”, finalizou.

O caso será encaminhado para a DERF (Delegacia Especializada na Repressão dos Crimes de Roubos e Furtos) e será registrado como latrocínio.

A morte

Antônio estava indo trabalhar de bicicleta, na companhia do pai- os dois são pedreiros-, quando viu uma moça sendo assaltada. Antônio atravessou a rua para ajudá-la quando levou um golpe de tesoura no pescoço. O pai viu o filho sendo morto no local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas ele acabou morrendo no local.

Jornal Midiamax