Polícia

Família procura polícia e exame de DNA é feito em corpo carbonizado na Gameleira

Um exame de DNA já teria sido feito no corpo encontrado carbonizado na Gameleira, em Campo Grande. Uma família teria procurado a polícia depois de algumas características passadas sobre a vítima encontrada, no dia 20 de julho deste ano. O resultado do exame de DNA ainda não ficou pronto, e não há informações de quanto […]

Thatiana Melo Publicado em 13/11/2018, às 10h16 - Atualizado às 12h57

Foto Ilustrativa
Foto Ilustrativa - Foto Ilustrativa

Um exame de DNA já teria sido feito no corpo encontrado carbonizado na Gameleira, em Campo Grande. Uma família teria procurado a polícia depois de algumas características passadas sobre a vítima encontrada, no dia 20 de julho deste ano.

O resultado do exame de DNA ainda não ficou pronto, e não há informações de quanto sairá o laudo. No corpo foi encontrado uma placa de titanium no tornozelo direito. Uma das mãos da vítima teria sido decapitada antes de o corpo ser carbonizado e abandonado na estrada onde foi encontrado. “A morte não aconteceu no local onde o corpo foi encontrado, apenas foi deixado lá”, explicou o delegado na época.

Relembre o caso

O corpo do homem foi encontrado, no dia 20 de julho deste ano, por uma testemunha que passava pelo local por volta das 6h30 da manhã. A polícia informou que o corpo teria sido colocado no local durante a madrugada e fogo ateado para tentar destruir provas do assassinato. A polícia acredita que a vítima tenha sofrido agressões antes de ser assassinada.

O corpo foi encontrado de bruços e teria aproximadamente 1,70 de altura. No local foram identificadas marcas de pneus de carro e motocicleta, além de três tipos de pegadas diferentes.

Jornal Midiamax