Polícia

Executado a tiros, dono de boca de fumo é jogado em poço na fronteira

O paraguaio Inácio Vegas Servin, de 30 anos, foi executado a tiros nesta sexta-feira (1º) na fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, e seu corpo foi jogado dentro de um poço. Servin é ex-presidiário e dono de uma boca de fumo. Moradores da região onde o corpo foi encontrado, na antiga […]

Thatiana Melo Publicado em 01/06/2018, às 11h52 - Atualizado em 08/06/2018, às 17h22

None

O paraguaio Inácio Vegas Servin, de 30 anos, foi executado a tiros nesta sexta-feira (1º) na fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, e seu corpo foi jogado dentro de um poço. Servin é ex-presidiário e dono de uma boca de fumo.

Moradores da região onde o corpo foi encontrado, na antiga estação ferroviária conhecida como ‘favelinha’, teriam ouvido os disparos, mas com medo não saíram de suas residências para ver o que acontecia.

De acordo com o site Porã News, Inácio tem várias passagens por agressões e tentativa de homicídio. Ele era conhecido na região por ser dono de uma boca de fumo. Um martelo foi encontrado próximo ao local do crime, mas a arma usada não foi localizada.

Jornal Midiamax