Polícia

PM prende integrante do PCC e impede execução de mulher

Ela era mantida em cárcere privado

Thatiana Melo Publicado em 24/04/2018, às 12h48 - Atualizado às 14h30

None

A polícia da cidade de Rio Brilhante, que fica a 158 quilômetros de Campo Grande, prendeu nesta segunda-feira (23) dois homens identificados como Lourival de Oliveira e Luiz Elio Gonçalves, membros de uma facção criminosa, que mantinham uma mulher em cárcere privado.

Várias denúncias chegaram à polícia para relatar o crime. A vítima é a esposa de Luiz Élio que há pouco tempo tinha deixado o presídio da cidade de Dourados. O autor estaria na companhia de mais quatro homens, que usavam pistolas e uma submetralhadora.

Ao chegarem à casa, os militares encontraram o imóvel vazio, mas novas ligações foram feitas para os policias, afirmando que a vítima tinha sido colocada dentro de um veículo Fiat Linea e teria sido levada para outro local, onde seria morta pelos homens.

Durante rondas, os policiais conseguiram localizar o carro e os dois autores. Dentro do carro foram encontradas duas pistolas, dois carregadores e uma meia com 63 munições.

Foi dada voz de prisão para os autores, sendo que em seguida a vítima teria feito uma ligação para os policiais afirmando estar bem, mas se negando a dizer seu paradeiro. De acordo com o boletim de ocorrência, ela teria dito aos militares que na residência o marido guardava uma submetralhadora.

A submetralhadora foi encontrada pelos militares no imóvel, além de duas munições de fuzil e dez munições de pistola.  Os dois foram levados para a delegacia de polícia e autuados por posse ilegal de arma.

Jornal Midiamax