Polícia

Ameaça de bater em bebê teria motivado assassinado no Lagoa Park, dizem vizinhos

A ameaça de bater em um bebê de 2 anos, seria a motivação para o assassinato de Milton Cézar Rocha, de 42 anos, morto com 29 facadas pelo enteado de 19 anos, na noite desta quarta-feira (6), no Lagoa Park, em Campo Grande. O bebê é filho do enteado da vítima. Vizinhos contaram ao Jornal […]

Thatiana Melo Publicado em 07/06/2018, às 08h21 - Atualizado em 08/06/2018, às 17h21

None

A ameaça de bater em um bebê de 2 anos, seria a motivação para o assassinato de Milton Cézar Rocha, de 42 anos, morto com 29 facadas pelo enteado de 19 anos, na noite desta quarta-feira (6), no Lagoa Park, em Campo Grande.

O bebê é filho do enteado da vítima. Vizinhos contaram ao Jornal Midiamax, que o rapaz era tranquilo e sem vícios de bebidas ou drogas. Ele tinha voltado a morar com a mãe há dois meses, por causa, de dificuldades financeira.

Mas, os vizinhos contaram que na próxima segunda-feira (11) o rapaz junto de sua esposa e filho mudariam da residência, já que a mulher havia arrumado emprego.

Milton foi morto com 29 facadas no tórax e pescoço depois de desavenças com o enteado. A vítima foi morta enquanto estava deitado no sofá. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas Milton morreu no local.

Segundo a mãe do rapaz e esposa da vítima, seu marido havia ligado praticamente o dia todo para ela contando sobre as brigas que estava tendo com o enteado. O rapaz agora é procurado pela polícia.

Jornal Midiamax