Vítima ficou com rosto desfigurado

O suspeito pelo assassinato de Edilson Cordeiro de Moraes de 51 anos, acabou preso pela polícia nesta segunda-feira (7), na cidade de distante 120 quilômetros de Campo Grande.

Ele foi identificado como José Ricardo Alexandre dos Santos, de 29 anos, conhecido como ‘Lagoa'. Em depoimento, ele contou que a motivação para crime teria acontecido após uma briga entre os dois homens dias atrás.

‘Lagoa' disse que durante a discussão com Edilson acabou o esfaqueando na altura da cabeça, e em seguida acertando um tijolo na vítima, que teve o rosto desfigurado, por causa, das agressões. Ele foi autuado por elevado para a delegacia, segundo o site Rio Brilhante em Tempo Real.Suspeito de matar homem a tijoladas e facadas acaba preso pela polícia

A morte

Edison Cordeiro foi encontrado caído no meio da Rua Deolinda Stradiotti, no centro da cidade, ao lado de seu carro, um Fiat Uno. Ele estava com o rosto desfigurado e já não possuía sinais vitais. Segundo informações, a vítima foi vista pela última vez em um bar da região, com outros dois conhecidos e uma faca também teria sido usado no crime. As armas usadas no crime foram apreendidas.