Polícia

PF prende agente com celular e chips que seriam entregues a preso em MS

Investigação aponta que servidor recebia dinheiro

Midiamax Publicado em 02/06/2017, às 18h05

None

Investigação aponta que servidor recebia dinheiro

Um agente penitenciário de 43 anos foi preso em flagrante pela PF (Polícia Federal) após tentar entrar no Presídio de Segurança Média de Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande, com um aparelho celular e dois chips. Os acessórios de telefonia seriam entregues a um detento.

PF prende agente com celular e chips que seriam entregues a preso em MS

Nesta sexta-feira (2), por volta das 07h30, o agente se preparava para iniciar seu turno de trabalho quando foi abordado pelos policiais federais. Durante revista foram encontrados, ocultos na jaqueta do agente, um s

martphone desligado, um carregador, um fone de ouvido e dois chips para celular.

Questionado sobre a origem e destino do celular e dos chips, o servidor optou por ficar em silêncio. O agente responderá pelo crime de introdução de aparelho celular em estabelecimento prisional, cuja pena pode chegar a um ano de prisão.

O agente foi interrogado e liberado, por se tratar de crime de menor potencial ofensivo e ter se comprometido a comparecer à Justiça sempre que for solicitado.

Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) informou que já determinou o afastamento do servidor dos serviços na unidade prisional e instaurou procedimento administrativo para apurar o ocorrido, podendo ocasionar demissão do agente.

Jornal Midiamax