Empresa tem sistema de monitoramente mas as câmeras não estão gravando.

Uma dupla de homens utilizando uma motocicleta praticou em uma farmácia na Avenida Marcelino Pires, próximo a Praça do Cinquentenário.

O balconista da farmácia, Luciano Simas de Alencar, de 32 anos de idade relatou aos policiais que um homem de aproximadamente 1,80 m de altura chegou ao balcão e disse: “não reage que é um assalto”. O outro bandido esperava na moto.

Luciano foi obrigado a entregar ao ladrão um telefone celular e todo o dinheiro que estava no caixa da farmácia. Em seguida o ladrão obrigou Luciano e outra funcionária da farmácia a entrarem no deposito.

O balconista relatou que uma pessoa que passava em frente a farmácia anotou a placa da motocicleta. Luciano afirmou que existe sistema de monitoramente a farmácia mas que as câmeras não estão gravando e muito menos armazenando as imagens, porém elas ficam no HD que pode ser periciado para ver se encontra registro do crime.