Polícia

Morre filho de ex-deputado ferido com arma de PM em festa no Novos Estados

Família desconfia de versão dada à polícia

Thatiana Melo Publicado em 06/06/2017, às 11h29

None

Família desconfia de versão dada à polícia

Morreu na Santa Casa da Capital nesta terça-feira (6), Luíz Paulo Costa Gaeta de 56 anos, filho do ex-deputado Cecílio Jesus Gaeta. Ele estava internado após ser ferido a tiros em uma festa no Bairro Novos Estados.

Luiz Gaeta passou oito dias internado no hospital em estado grave após de ser atingido por um tiro ‘acidental’ no abdômen, versão que é contestada pela família que não acredita em acidente para o crime.

O comerciante foi ferido a tiros no dia 27 de maio durante uma festa que era promovida em sua residência, no Bairro Novos Estados.  Segundo o que foi relato no boletim de ocorrência, um casal amigo de Gaeta, sendo a mulher uma policial militar, teriam ido até a festa na casa da vítima.

A arma da policial, uma pistola, estaria guardada no carro momento em que Luiz Gaeta e o marido da militar foram até o veículo. Em seguida houve o disparo e de acordo com informações a arma teria disparado ‘acidentalmente’ quando o homem mostrava a pistola para a vítima.

Durante o disparo, o projétil teria atingido a mão do marido da policial, ricocheteado e atingido o abdômen de Gaeta, que foi socorrido por familiares e levado para a Santa Casa de Campo Grande.Morre filho de ex-deputado ferido com arma de PM em festa no Novos Estados

A família desconfia da versão dada pela policial e seu  marido de que o tiro tenha sido ‘acidental’, já que segundo informações médicas repassadas aos familiares é de que o projétil atingiu a vítima de cima para baixo, a partir do ombro, não direto na barriga. Isso fez com que os irmãos reforçassem a suspeita de que o projétil teria ricocheteado e atingido a barriga de Gaeta. O caso é investigado pela Polícia Civil. 

Jornal Midiamax