Prejuízo passou de R$ 2 mil

Tentativa de ‘carteirada’ em um bar de Campo Grande, na Rua Euclides da Cunha, terminou com um homem de 27 anos detido e levado para a delegacia de polícia por estelionato. Ele aplicou golpes em pelo menos sete bares da cidade.

Dois bares da Rua Euclides da Cunha foram alvo do estelionatário, que já tinha aplicado golpes em mais outros cinco bares. Em três estabelecimentos o prejuízo passou de R$ 2 mil. Na madrugada deste domingo (21), ele acabou preso quando tentava fugir.

O proprietário do bar, de 33 anos, que não quis se identificar afirmou que o autor chegou de madrugada e passou a consumir no estabelecimento gastando um total de R$ 694. Ele se apresentou como Policial Federal.

Ao ter de pagar a conta disse que buscaria a carteira no carro, momento em que fugiu sendo alcançado pelos funcionários e detido no local até a chegada da polícia. O estelionatário ameaçou o dono do bar e disse que seu pai seria assessor de prefeito da Capital. A assessoria da prefeitura informou à reportagem, no entanto, que o rapaz e o pai não têm nenhum vínculo com o município.

Em outro estabelecimento na mesma rua, o autor teria deixado um prejuízo de R$ 816. Ao dono do local ele se apresentou como Policial Civil e no momento de pagar a conta teria dito que umas meninas que estavam com ele teriam levado sua carteira e o deixado sem dinheiro no local.Golpista se passa por policial, diz ser amigo de prefeito e dá prejuízo a 7 bares

Um bar localizado na Rua 15 de Novembro também foi alvo do estelionatário, que deixou um prejuízo de R$ 500. Ao ser levado por policiais militares à delegacia de polícia nesta madrugada, o autor fez ameaças de morte ao proprietário do bar afirmando ser apadrinhado do prefeito. Ele foi autuado por ameaça e estelionato. (Matéria editada às 12h55 para atualização de informação)