Atividade era realizada sem autorização ambiental

A PMA (Polícia Mlitar Ambiental) autuou um fazendeiro em R$ 34 mil por incêndio em pastagem atingindo área de matas ciliares de córrego em , cidade a 199 quilômetros de Campo Grande.Fazendeiro é multado em R$ 34 mil por incêndio de matas de córrego

Uma equipe da PMA realizava fiscalização no município  e autuou o proprietário rural por incêndio em área de preservação permanente e em área agropastoril. O infrator, morador de Maracaju, realizou um incêndio para renovação de pastagem em sua propriedade rural e perdeu o controle do fogo, que atingiu as matas ciliares de um curso d'água que corta a fazenda.

A atividade era realizada sem autorização ambiental e foi interditada. Desde julho, até o fim do mês de setembro, o órgão ambiental não está emitindo autorização ambiental para a realização de queimada. Para o Pantanal, o prazo vai até o fim de outubro.

Pela infração administrativa, o fazendeiro (37) foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 34.000,00. Ele também responderá por crime ambiental, que tem pena de um a três anos de detenção.
O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada e alterada.