Tiros foram disparados

Durante a madrugada desta quarta-feira (15), um detento identificado como Ronielson Ferreira dos Santos tentou fugir do Presídio do Segurança da Capital serrando as grades das celas.

Por volta das 3h30 desta madrugada (15) agentes perceberam a tentativa de fuga e efetuaram disparos com arma de fogo para impedir a fuga. Já por volta das 6 horas da manhã durante uma varredura na área externa do pavilhão I, os agentes constataram que as grades da cela 118 tinham sido serradas.

O interno Ronielson confessou a tentativa de fuga do estabelecimento penal.

Operação do Exército

Na manhã desta quarta-feira (15), equipes do Exército fazem vistoria no Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, o Presídio de Segurança Máxima, em . Com apoio do Batalhão de Choque, e equipes da Polícia Militar, a intenção é fortalecer a segurança no presídio, além da apreensão de materiais ilícitos como drogas, armas e celulares.

Ao todo, 800 militares do Exército e da Polícia Militar participam da operação. Os militares do Batalhão de Choque fazem a contenção dos presos para que os soldados façam a vistoria, e outras equipes da polícia militar atuam na segurança fora da Máxima. O Exército conta com equipamentos como detectores de metais e também conta com apoio de cães farejadores.

O Exército também contará com drones e dois helicópteros, um com ‘olho de águia', capaz de capturar imagens de alta qualidade, que serão verificadas pelos militares que ficam nas viaturas.