Polícia

Após assaltos e tentativa de estupro, Guarda fará rondas em asilo

Fiscalizações ocorrerão dentro e no entorno da instituição

Midiamax Publicado em 05/04/2017, às 21h41

None
899.jpg

Fiscalizações ocorrerão dentro e no entorno da instituição

A Guarda Municipal de Campo Grande deve iniciar rondas dentro e no entorno de um asilo da Capital, após série de assaltos e tentativa de estupro.

No fim de março, uma técnica que trabalha há um ano na instituição buscava água, quando foi surpreendida pelas costas por um homem armado com uma faca. Ele invadiu o lugar, por volta das 20 horas, e arrastou a mulher para um local mais escuro na tentiva de estupra-la. O bandido chegou a rasgar as roupas da vítima, mas ela conseguiu fugir. 

“Não podemos ficar omissos em casos como esse. Se sabemos que o asilo passa por dificuldades e houve até atraso no repasse da Prefeitura, que ajuda a manter a instituição, é importante nos mobilizarmos para encontrar solução. Fiquei feliz ao saber que podemos contar com a Guarda Municipal para resolver esse problema de vez”, comentou o vereador André Salineiro, responsável pelo pédido.

Nesta terça feira (4), o chefe da Base Administrativa Região Bandeira, Genival Augusto Fernandes se reuniu com o Presidente do Asilo e ficou definido que todos os dias, em horários alternados uma guarnição fará rondas internas e externas no local, em especial durante a noite. 

“Essa interação com a comunidade é muito importante, pois não só fazemos a segurança dessas pessoas, mas também as visitamos, tendo em vista que muitos não veem seus familiares e amigos há muito tempo”, disse o chefe da Base. 

Jornal Midiamax