Mulher fugiu da delegacia para não registrar BO

Discussão e agressão a uma mulher, de 32 anos, em um bar da cidade de distante 225 quilômetros de Campo Grande, na madrugada desta quinta-feira (24) terminou com a casa do acusado de 31 anos apedrejada por rapazes revoltados com a cena.

O casal estava em um bar quando por volta das 4 horas da madrugada de hoje (quinta) teve uma discussão e o marido agrediu a esposa com socos no estabelecimento. Ela fugiu em seguida e foi se abrigar com os filhos na casa de uma amiga.

Já o homem acionou a polícia depois de ter a casa apedrejada por rapazes revoltados com a situação. A esposa do autor foi localizada e contou que quando já estava na casa da amiga, o marido teria ido atrás e iniciado nova discussão. No bar, ele teria ameaçado matá-la.

Ela disse ser constantemente agredida pelo companheiro e que tem medida protetiva contra ele, mas afirmou ter rasgado e jogado fora. No caminho da delegacia, a mulher disse ao que preferia matá-lo a ter de voltar a morar com ele.Após agredir esposa com socos em bar, homem tem casa apedrejada

Já na delegacia, ela disse não ter hematomas e não querer representar criminalmente contra o marido indo embora do local para não registrar o boletim de ocorrência.