Polícia

VÍDEO: cinco são presos após veículo lotado de drogas estragar no caminho

O grupo foi detido em Campo Grande

Renata Portela Publicado em 04/05/2016, às 10h50

None
01.jpg

O grupo foi detido em Campo Grande

Joel dos Santos, de 31 anos, Diego Nogueira Neves, de 22 anos, Maicon Ribeiro da Silva, de 19 anos, Luciano Ivo Bernardes da Silva, de 43 anos, e Natália Bernardes Nogueira, de 18 anos, foram presos em flagrante na noite de terça-feira (3). Eles seguiam da região de fronteira para Goiás com carregamento de drogas, mas o carro estragou na Capital e eles acabaram detidos.

Conforme o boletim de ocorrência, equipe da Polícia Militar recebeu informação de que um Ônix prata, ocupado por quatro pessoas, estaria acompanhando uma camionete carregada de drogas, vindos da região de fronteira. Os veículos estariam na Avenida Panambi Verá, então os militares foram ao local e avistaram o Ônix, seguido da S10 preta.

Foi feito contato com a Força Tática e cada equipe abordou um veículo. A S10 preta, placas ION-6210 de Dolcinópolis (SP), era conduzida por Joel dos Santos e ele contou aos policiais que havia sido contratado por uma advogada para levar a camionete até o Santa Emília, onde estariam os compradores do veículo e que havia também um Ônix e uma Captiva na tal casa.

O suspeito afirmou que deixou a camionete no local indicado, mas algumas horas depois teve que buscar o veículo, pois não havia sido concretizada a compra. Ele apontou a residência aos policiais e disse ainda que os moradores teriam saído no Ônix prata. Já no carro de passeio, abordado pela equipe da Força Tática, estavam Luciano, Maicon, Diego e Natália.

Os quatro foram entrevistados e deram diferentes versões sobre o motivo de estarem ali. Foi constatado ainda que Maicon e Diego são foragidos do regime semiaberto da Capital. Os policiais foram até a casa apontada por Joel, na Rua Abaúna, mas não havia ninguém no local, então foi encontrada a Captiva azul, placas IZZ-1430 de Dourados (MS). A chave do veículo foi encontrada dentro do Ônix, e no interior da Captiva foram localizados 734,9 quilos de maconha.

Ainda foi constatado pelos policiais que as placas do SUV eram falsas e que o veículo era roubado. Luciano e Natália contaram que receberiam R$ 7 mil para bater a carga da droga com o Ônix e Maicon e Diego receberiam R$ 6 mil para transportarem o Captiva. Eles afirmam que levariam a droga de Laguna Carapã até Goiânia, mas que o veículo estragou em Campo Grande, portanto o 'dono' da droga disse para eles levarem o SUV até a casa no Santa Emília, onde receberiam parte do pagamento, quando foram abordados pelos militares.

Todos os envolvidos foram presos em flagrante e levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, onde o caso foi registrado como tráfico de drogas, associação criminosa, falsidade ideológica, receptação e uso de documento falso.

Jornal Midiamax