Polícia

Vendedor diz que comprou DVD, mas PM encontrou crack e munição

A droga seria vendida em São Paulo

Midiamax Publicado em 03/09/2016, às 19h39

None
images.jpg

A droga seria vendida em São Paulo

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) prenderam na tarde deste sábado (3) um paulista, de 31 anos, depois de encontrar crack e munições calibre 38 no lixo de um ônibus, em Dourados, a 226 quilômetros de Campo Grande. Na delegacia o homem acabou confessando que revenderia a droga em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares abordaram o veículo na BR-463. Durante revista, foram encontrados na lixeira um ‘tijolo’ da droga e dez munições de calibre 38 enroladas em um caso plástico. Os policiais então passaram a realizar buscas pessoais nos passageiros para identificar o proprietário da droga.

Na poltrona 29, estava Messias de Souza Santos. Ao ser questionado sobre a viagem, o suspeito afirmou ter ido até Ponta Porã para comprar DVDs para revender em Campo Grande, mas o produto não foi encontrado com ela. Ainda segundo o registro, o homem alegou não saber quantos dias passou na cidade e nem o hotel exato que se hospedou.

Diante da suspeita, Messias foi levado para a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), onde acabou confessando ser dono da droga. Ele relatou aos policiais ter comprado a porção de crack, que pessoa 980 gramas, por R$ 7 mil para revender em São José do Rio Preto. Já as munições, ele explicou que comprou por R$ 5 cada uma, para uso pessoal, já que tinha desavenças na cidade.

Os policiais encontraram ainda uma passagem com destino Campo Grande (MS) x São José do Rio Preto (SP) escondida no tênis do suspeito. Ele foi preso em flagrante e o caso foi registrado como porte ilegal de arma de fogo de uso permitido – tráfico de drogas, qualificado se caracterizado o trafico entre estados da federação ou entre estes e o distrito federal.

Jornal Midiamax