O homem também foi detido por porte ilegal de arma 

A de , município a 312 quilômetros de Campo Grande, apreendeu mais de 46 quilos de escondidos no painel de um Volkswagen Fox. Para ter acesso à droga o traficante, um homem de 39 anos, abria e fechava o compartimento escondido com um controle remoto.

O flagrante aconteceu na última sexta-feira (29), mas só foi divulgado pela Polícia Federal nesta segunda-feira (1º). Na data, equipes policiais receberam denúncias de que moradores de uma casa na cidade estavam envolvidos no tráfico internacional de drogas. No local apontado, os policiais constataram vários veículos estacionados e passaram a vigiar a movimentação na residência.

Durante todo o dia, carros diferentes entravam e saíam do local, mas só no final da tarde, os policiais perceberam que vários veículos estavam saindo simultaneamente da casa. Ao abordar os motoristas, um deles se identificou como proprietário do local e logo confessou que possuía uma espingarda calibre 22 escondida.

A arma foi apreendida e o homem preso por porte ilegal de arma de fogo. Mesmo com a prisão, os policiais desconfiaram da história contada pelos suspeitos e todos, juntamente com os carros, foram encaminhados para a sede da Polícia Federal. Lá, o suspeito relatou que dentro do painel de seu veículo, um Fox branco, com placa de Campo Grande, havia tabletes de cocaína.

O homem explicou para os policiais que o entorpecente ficava dentro de um compartimento no painel do carro, que só era aberto e também fechado, por um controle remoto. A droga, segundo o suspeito, foi adquirida e preparada no Paraguai e seria levada para São Paulo capital.

Depois de pesada, os tabletes totalizaram 46, 600 quilos de cocaína. O traficante, que morava em Ponta Porã, mas possui um pesqueiro em Bonito, foi preso em flagrante por e porte ilegal de arma.