Polícia

PRF apreende cargas de cigarros contrabandeados avaliadas em R$ 5 milhões

Contrabandistas pegaram cargas em 2 cidades do Estado

Alan Diógenes Publicado em 29/02/2016, às 22h01

None
p-660x330.jpg

Contrabandistas pegaram cargas em 2 cidades do Estado

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, nesta segunda-feira (28), cerca de 950 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, em três cidades do Paraná, que renderiam R$ 5 milhões aos contrabandistas. Dois deles pegaram a carga de cigarros em duas cidades de Mato Grosso do Sul: Maracaju e Eldorado.

Conforme o site Porã News, na primeira abordagem na cidade de Guaíra, foram apreendidos 200 mil maços de cigarro. Os policiais desconfiaram de um caminhão que transitava pela BR-163. Durante abordagem ao motorista de 59 anos, foram encontradas as caixas de cigarros escondidas sob uma camada de soja.

Ele foi preso em flagrante por contrabando e disse que tinha saído de  Maracaju e que tinha como destino final a cidade de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul. A PRF encaminhou o preso, a carga e o veículo para a delegacia da Polícia Federal, em Guaíra.

A segunda apreensão aconteceu em Quatro Pontes. Uma carreta com cerca de 400 mil maços de cigarro transitava pela BR-163 quando foi interceptada pelos policiais. O motorista, de 31 anos, foi preso em flagrante. Ele revelou que saiu de Eldorado e que levaria a carga ilícita até Curitiba. Ele, o veículo e a carga foram encaminhados para a Polícia Federal, em Cascavel.

A terceira e última apreensão também aconteceu na BR 163, mas em Lindoeste. Lá cerca de 350 mil maços foram encontrados em uma carreta. O motorista, de 53 anos, também foi preso e relatou aos policiais, ter saído de Guaíra e que pretendia entregar o cigarro no estado do Rio Grande do Sul. A ocorrência também foi encaminhada para a Polícia Federal em Cascavel.

Apreensões

Ao longo de 2015, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 20,1 milhões de maços de cigarros contrabandeados do Paraguai no Paraná, resultado 48,9% superior ao registrado em 2014, quando 13,5 milhões de maços foram apreendidos pela instituição policial no estado.

Jornal Midiamax