Polícia

Polícia descobre grupo de WhatsApp usado para vender moto roubada

Grupo comercializa veículos 'bob'

Renata Portela Publicado em 26/02/2016, às 11h17

None
img-20160226-wa0005.jpg

Grupo comercializa veículos 'bob'

Na noite de quinta-feira (25), rapaz de 25 anos foi preso em flagrante por receptação na Rua Guaianazes, no Jardim Leblon, região sudoeste de Campo Grande. Ele foi detido com uma motocicleta furtada, que havia comprado em um grupo de WhatsApp.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, equipe da Rotac (Rondas Ostensivas e Táticas da Capital) foi acionada para ir até um condomínio residencial no Jardim Leblon, onde havia um rapaz em atitude suspeita. Os militares foram até o local e, na entrada do condomínio viram Joniesley, em uma motocicleta Honda Titan verde. O rapaz foi abordado e nada de ilícito foi encontrado com ele.

Ainda conforme a polícia, a motocicleta ostentava placa ANO-2121 e, em checagem, foi constatado que a placa era de uma motocicleta branca. Os policiais checaram o chassi do veículo e então constataram que se tratava de uma mota placa HTW-6798, que havia sido furtada no dia 27 de outubro de 2015.

Segundo os militares que atenderam a ocorrência, Joniesley revelou que havia comprado a motocicleta por R$ 1,5 mil e fez o negócio em um grupo de WhatsApp. O rapaz ainda disse que veículos e motos 'bob', ou seja, produtos de furto ou roubo, são comercializados neste grupo. De acordo com o jovem, ele trocou a placa da Titan pela placa de uma motocicleta antiga que estava na oficina em que trabalha.

O rapaz foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga e autuado por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Jornal Midiamax