Polícia

Mulher sofre ameaças, após morte do marido em frente à boate e violação do túmulo

Mulher alega que sofre ameaças de familiares do ex-marido

Alan Diógenes Publicado em 01/03/2016, às 22h21

None
caixaojardim.jpg

Mulher alega que sofre ameaças de familiares do ex-marido

A ex-mulher do jovem Rafael Lemes, 23 anos, executado em frente à boate dela, no dia 6 de fevereiro deste ano, na Rua Iguatemi, Jardim Recinto Feliz, em Jardim, a 237 quilômetros de Campo Grande, registrou um boletim de ocorrência por invasão ao estabelecimento, na madrugada desta terça-feira (1º). A mulher, de 41 anos, disse aos policiais que os invasores podem ser familiares de Rafael, que acreditam que ela tenha participação em seu assassinato.

Mulher sofre ameaças, após morte do marido em frente à boate e violação do túmuloConforme o registro policial, a casa noturna está fechada desde o dia do crime. Mas, segundo a ex-mulher da vítima, todas as noites pessoas pulam o muro do local, e que inclusive em uma das ocasiões quebraram as câmeras do circuito de segurança.

Ela alegou em seu depoimento que acredita que familiares do ex-marido podem estar “achando” que ela tenha envolvimento em sua morte. Uma vez que ficou sabendo que a mãe de Rafael teria dito que “iria matá-la quando saísse da cadeia”. A ex-sogra, segundo ela, ainda teria dito a um amigo a seguinte frase: “Vou rezar pra ela cair aqui na cadeia”.

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade como violação de domicílio.

Crime

Rafael Lemes estava em frente da boate, quando pistoleiros que estavam em um veículo realizaram vários disparos contra ele. Rafael chegou a ser levado ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Fato Inusitado

O corpo do jovem foi retirado do túmulo, que estava no cemitério da cidade, dias depois do crime. De acordo com a Polícia Civil, agentes do Sig (Setor de Investigações Gerais) investigaram a autoria e as razões do vilipêndio ao cadáver.

Os autores do fato retiraram o caixão do tumulo e após abri-lo, deixaram no pátio do cemitério. Populares foram quem viram o caixão aberto com o corpo do jovem. Informações indicam que os autores do homicídio, seriam os responsáveis pelo vilipêndio.

Jornal Midiamax