Ela teria se desentendido com a companheira

Uma mulher, de 34 anos, foi encaminhada para o hospital com queimaduras graves após atear fogo no próprio corpo e na residência onde mora em , cidade a 351 quilômetros de Campo Grande. Dentro da residência, que foi totalmente destruída pelo fogo, ainda havia duas crianças, filhas da mulher.

De acordo com o registro policial, quando o Corpo de Bombeiros chegou no local vizinhos tentavam apagar as chamas e já haviam retirado as duas crianças da residência. Os bombeiros entraram na casa, que ainda possuía vários focos de , e em um dos quartos no fundo da residência encontraram a mulher com o corpo queimado.

Depois de retirar a mulher da casa e encaminhar para o hospital os bombeiros foram informados por uma testemunha que a mulher havia se desentendido com a companheira e por isso se trancou dentro de casa e mesmo com as filhas dormindo ateou fogo em um quarto e não se também ateou no próprio corpo ou no colchão onde estava deitada.

A testemunha contou que assim que percebeu as chamas arrombou a porta da frente da casa e conseguiu retirar as crianças com a ajuda de vizinhos. Ele destaca que não retirou a mulher porque ala estava deitada. O caso foi registrado como tentativa de suicídio na Delegacia de Polícia de Sonora.

A vítima deu entrada às 10h25 deste sábado (14) na Santa Casa de Campo Grande e segundo a assessoria de comunicação do hospital teve 100% do corpo queimado e seu estado é considerado grave. Ela espera uma vaga no CTI (Centro de Terapia Intensiva).