Polícia

Ladrão assalta taxista e diz que dinheiro é para pagar pensão do filho

Ladrão ameaçou vítima de morte

Alan Diógenes Publicado em 16/03/2016, às 21h23

None
manaus-amazonas-amazonia-taxista-atingido-facadas-assalto-manaus_acrima20130326_0008_15.jpg

Ladrão ameaçou vítima de morte

Um taxista de 43 anos foi assaltado, após fazer uma corrida por volta das 17h20 desta quarta-feira (16), da Rua dos Crisantemos, Vila Sobrinho, até o Centro de Campo Grande. Ao passar nas proximidades do Banco Bradesco, na Avenida Júlio de Castilho, o ladrão sacou um revólver solicitando dinheiro para pagar a pensão do filho, que estava atrasada.

Conforme o boletim de ocorrência, o ladrão tinha pedido uma corrida até o Centro, mas no local mencionado apontou a arma para o taxista dizendo: “É tiozinho hoje não é o seu dia, não reage senão eu te mato, eu sou pai de família, to devendo pensão e to fumado”.

O ladrão mandou que a vítima continuasse seguindo até o Centro e durante todo o percurso permanecia ameaçando-a dizendo que iria matá-la. Ao chegarem à Rua Dom Aquino, o autor desceu do veículo com o dinheiro da vítima e fugiu pela Avenida Calógeras.

A vítima disse que o autor é pardo, cabelo preto e cacheado, barba, usava óculos escuro, calça jeans, camiseta preta desbotada, tinha aproximadamente 1 metro e 70 de altura e é magro. Informou ainda que existem câmeras nas proximidades que podem identificá-lo.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro como roubo majorado pelo emprego de arma. 

Jornal Midiamax