Polícia

Dupla é presa por matar colega de trabalho em fazenda de MS

Zona rural de Camapuã

Diego Alves Publicado em 22/01/2016, às 01h58

None
35a833f05e39c3ebfbce45323009bb10.jpg

Zona rural de Camapuã

Alexsandro Flor dos Santos, de 32 anos e Erisvaldo Soares Macedo, de 24 anos, suspeitos de matarem o cerqueiro Luciano da Silva, de 27 anos, na madrugada desta quarta-feira (20) foram presos pela Polícia Civil na zona rural de Camapuã.

Consta no boletim de ocorrência, que o gerente da fazenda relatou sobre uma briga entre os três trabalhadores contratada para fazer uma cerca na propriedade e que na manhã seguinte somente dois apareceram para trabalhar.

Ainda segundo o gerente, marcas de sangue foram encontradas no suposto local da briga e entorno da sede da fazenda, momento em que a polícia foi acionada. De acordo com o site Edição de Notícias, os investigadores realizaram buscas na propriedade e encontraram o corpo de Silva numa vala com marcas de facadas pelo corpo.

Os dois já haviam deixado a fazenda antes da chegada da polícia, porém os policiais fizeram diligência e conseguiram prendê-los em flagrante. Ambos confessaram a autoria do crime.

A dupla foi presa e encaminhada para a delegacia de Polícia Civil de Camapuã. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande.

Jornal Midiamax