Polícia

Depois de sequestro, foragido da justiça é encontrado morto em plantação de milho

A vítima estava amarrada e enrolada em um bote inflável

Midiamax Publicado em 08/05/2016, às 00h01

None
pa6.jpg

A vítima estava amarrada e enrolada em um bote inflável

Um homem de 32 anos foi encontrado morto a tiros na manhã deste sábado (7) em Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande. A vítima era foragida da justiça paraguaia e foi sequestrada em Pedro Juan Caballero nesta sexta-feira (6). Juan Antônio Aquino, como foi identificado, estava com os pés e as mãos amarradas e apresentava sinais de tortura.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem foi encontrado pelo funcionário de uma fazenda em meio a uma plantação de milho. A polícia foi acionada e se deparou com o corpo de Juan enrolado em um bote inflável, com as mãos e pés amarrados. Durante a perícia foi encontrado um estojo com 17 munições de 9mm ao lado da vítima.

Segundo site Porã News, Juan foi executado com pelo menos 15 tiros e também apresentava sinais de tortura. Ainda conforme informações locais, depois de reconhecerem a vítima, familiares relataram que ela foi sequestrada na sexta-feira por seis homens em uma caminhonete Toyota Hilux.

O fato foi levado à polícia do país, que já realizava buscas pela vítima. Ainda de acordo com o site, Juan estava foragido da justiça paraguaia por um caso de homicídio e a morte pode ser acerto de contas. O caso foi registrado como homicídio simples, e será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil da Ponta Porã.

Jornal Midiamax