Polícia

Bandidos obrigam vítimas a desatolarem ‘batedor’ de camionete roubada

Casal foi feito refém por quatro horas

Thatiana Melo Publicado em 25/01/2016, às 12h44

None
mitsubishi-l200-triton-32-d-2008-vermelha-dasauto-19562-mlb20173929120_102014-f.jpg

Casal foi feito refém por quatro horas

Depois de participar de uma festa no hospital de câncer da cidade de Itaquiraí, localizada a 407 quilômetros de Campo Grande, um casal foi feito refém e teve a camionete Mitsubishi roubada por trio na madrugada de domingo (24).

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia de Policia Civil, o casal saia da festa por volta das 1h40 de domingo (24), quando foram abordados por um trio que anunciaram o assalto fazendo o casal de refém, o homem foi amarrado com um pano pelos bandidos e teve os olhos vendados.

Os assaltantes com o casal seguiram na camionete para Eldorado, e ao chegar na entrada de uma fazenda o trio percebeu que o veículo tinha pouca gasolina voltando para Itaquiraí para abastecer o carro, deixando o casal na beira da estrada sendo vigiado por dois dos comparsas.

Ao retornar depois de abastecer, várias ligações foram feitas para uma outra pessoa, que segunda a vítima era chamada pelo nome de 'Paraguai'. As vítimas afirmaram aos policiais que um outro veículo iria fazer o papel de batedor para a camionete roubada.

Os assaltantes e o casal ficaram até às cinco horas da manhã deste domingo (24), na entrada da fazenda esperando o carro que iria fazer o papel de batedor. Ao chegar ao local, a mulher percebeu que o motorista seria o 'Paraguai'.

O casal foi obrigado a entrar no veículo, um Chevrolet Corsa, junto com os outros comparsas, sendo que um deles estava na festa que o casal participou. Antes de chegar ao pedágio, o motorista entrou em uma estrada de chão, o que fez com que o carro encalhasse na areia. A vítima disse que todos foram obrigados a descer do veículo e empurrar o carro, momento em que a mulher conseguiu visualizar os rostos dos bandidos que não usavam máscaras.

Depois de desatolar o veículo, as vítimas foram liberadas pedindo socorro a um atendente da CCR MSVia, que acionou a PRF (Polícia Rodoviária Federal), que ajudou o casal. O veículo e os assaltantes não foram localizados.

Jornal Midiamax