Polícia

Vizinhos dizem que bairro onde dois morreram em troca de tiros é tranquilo

Segundo os moradores, a região é tranquila e não costuma ter confusão no local

Wendy Tonhati Publicado em 15/02/2015, às 12h24

None
img-20150215-wa0028.jpg

Segundo os moradores, a região é tranquila e não costuma ter confusão no local

Os moradores do Bairro Estrela D’Alva 3, em Campo Grande, ficaram chocados com o assassinato de Eloísa Chaves, de 44 anos, após uma troca de tiros na noite do sábado (14). Vizinhos que preferiram não se identificar, contaram ao Jornal Midiamax, que Eloisa era reservada, pouco saía de casa e costumava frequentar a igreja.

Segundo os moradores, a região é tranquila e não costuma ter confusão no local. Eles afirmam que não tinham muito contato com o marido de Eloísa, Ricardo Henrique dos Santos, de 28 anos, um dos envolvidos no tiroteio da noite. A mulher trabalhava como empregada doméstica e deixa um filho de quatro anos.

Tiroteio

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em uma troca de tiros durante a noite do sábado.

Renner Oliveira Amaro, de 22 anos, teria ido com amigo, Ricardo Henrique dos Santos, de 28 anos, em uma casa onde mora o suspeito do crime, identificado como Thiago. Os dois teriam feito vários disparos contra a mãe e a namorada de Thiago. Houve troca de tiros entres os envolvidos, Renner foi baleado e morreu no local. 

Consta no boletim de ocorrência que Aguida e Thais, familiares de Thiago, foram baleadas, provavelmente por Renner, que estaria portando um revólver calibre 38. As vítimas foram socorridas para Santa Casa de Campo Grande.

Thiago teria revidado os disparos contra Renner e, segundo testemunhas, foi até a residência de Rodriho, onde foi atendido pela mulher dele, Eloisa, e fez vários disparos contra ela, que também morreu no local.

Jornal Midiamax