Infratores continuam na unidade depredada

Após 24 horas da ocorrida na quarta-feira (27) na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, localizada na saída para Três Lagoas, região leste de , adolescentes continuam agitados. A equipe de reportagem do Jornal Midiamax teve acesso a um vídeo onde, com camisas nos rostos, infratores ameaçam matar algum jovem, também apreendido na unidade, caso um juiz da Vara da Infância e Juventude não visite o local.

Pelo menos 90 jovens se envolveram na rebelião e eles continuam internados na unidade. Com isso, o clima é considerado tenso e de alto risco, fato que já havia sido denunciado por nota nesta quarta-feira (27) pelos servidores lotados naquela unidade, que também se consideram abandonados pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou contato com a SAS (Superintendência de Assistência Socioeducativa) e com a Sejusp/MS (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) para falar sobre o assunto, porém nenhum dos órgãos atenderam as ligações. Antes de tomar conhecimento do vídeo, a equipe de reportagem havia questionado sobre a vistoria feita na Unei para fazer o levantamento do prejuízo causado pelos jovens durante a tentativa de fuga.

A superintendente da SAS, Carmem Lígia Loureiro Carmello, não estava na secretaria e não atendeu o celular. Já a assessoria da Sejusp informou que todas as celas foram danificadas, porém o órgão não trabalha com estimativa e não tem como informar o valor preciso e nem o prazo para o conserto, já que precisa realizar três diferentes orçamentos com engenheiros civis e arquitetos, além de licitações.


Clique aqui para assistir ao vídeo.