Mulheres moram no  RJ e trabalhariam a mando do PCC

Janaína Genuíno Gaia, de 33 anos, e sua sobrinha Vanessa Genuíno Gaia, de 26 anos,  foram presas em flagrante na noite desta quarta-feira (6) com 21 quilos de que eram transportados em um Ford Ka, prata, placas NRN-4738, de (MS).

Segundo informações, policiais do Batalhão de Choque faziam rondas na Avenida Duque de Caxias, na Vila Nova Campo Grande, quando abordaram o veículo. Na vistoria foram localizados no painel frontal 20 tabletes totalizando 22 quilos de cocaína.

Janaína, que conduzia o veículo, afirmou que teria ido para Corumbá na segunda-feira (4) entregado o carro para um desconhecido que o devolveu já “recheado” na manhã de quarta-feira. Ela disse ainda que iria receber R$ 10 mil para fazer o transporte da droga.

Janaína indicou também o local onde seria entregue a “mercadoria”, sendo uma chácara na região do Conjunto Residencial Recanto dos Rouxinóis, na saída para São Paulo, de propriedade de um homem identificado como Régis.

Ao chegarem neste local, não havia ninguém na casa, mas logo depois chegou um homem afirmando ser empregado do proprietário. Não foram encontrados indícios de droga no local, mas em uma vistoria no imóvel os policiais encontraram uma pistola calibre 380, que foi apreendida.

As duas mulheres confirmaram que moram no Bairro da Penha, no Rio de Janeiro, e os policiais informam que embora elas não tenham confessado, existem indícios, pela forma como agiram, de que elas estariam a trabalho do grupo criminoso PCC.