Sitiante é multada em R$ 9,5 mil por desmatamento, erosão e assoreamento

A propriedade rural foi interditada 
| 26/05/2015
- 23:09
Sitiante é multada em R$ 9,5 mil por desmatamento, erosão e assoreamento

A propriedade rural foi interditada 

Um sitiante foi autuado na manhã desta terça-feira (26) em R$ 9,5 mil por ilegal, erosão do solo e assoreamento de córrego em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), durante fiscalização em uma propriedade rural do município os policiais descobriram que o dono, de 62 anos, havia derrubado 15 árvores, das espécies Maria Preta, ingá e Mandiocão, além de ter removido a vegetação arbustiva dentro da reserva legal de um sítio vizinho, sem autorização ambiental ou mesmo da proprietária do local.

Em outro ponto da propriedade a falta de conservação do solo e o pisoteio do gado causaram o assoreamento de um córrego que cruza a propriedade e também erosões que atingiram o lençol freático. Cerca de dois hectares foram atingidos pelo processo.

Para os militares o infrator afirmou que realizou o desmatamento para fazer uma cerca de divisa entre as propriedades.

O local foi interditado e as atividades agrícolas e pecuárias foram proibidas para proteção e recuperação da área. O proprietário também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada (PRAD) junto aos órgãos ambientais, no prazo máximo de 30 dias.

Pelo desmatamento, o infrator foi multado em R$ 4.500 e se condenado poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. Já pelas erosões foi autuado em R$ 5 mil e poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão.

Veja também

Membro do PCC tinha passagens por tráfico de drogas, roubo e furto

Últimas notícias