Polícia

SIG fecha boca de fumo e apreende vários documentos usados como ‘caução’

Os documentos eram retidos para garantir o pagamento da droga

Renata Portela Publicado em 08/07/2015, às 16h08

None
delegacia_de_nova_andradina.jpg

Os documentos eram retidos para garantir o pagamento da droga

Na tarde de terça-feira (7), por volta das 15 horas, o SIG (Setor de Investigações Gerais) de Nova Andradina, a 297 quilômetros da Capital, fechou uma boca de fumo no município. Uma mulher foi presa e vários objetos usados como moeda de troca apreendidos.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, após dois meses de investigação, os policiais constataram que na casa, localizada na Rua Avelino Fernandes Sena, era comercializado crack. Em vistorias no local, foram encontrados, dentro de uma caixa de sapatos, seis trouxinhas de crack, além de R$ 109 em espécie.

Ainda foram localizados um tablete de pasta base e notebooks, câmeras fotográficas, celulares, balança de precisão, entre outros objetos usados para “compra” da droga. Também foram apreendidos vários documentos de pessoas que foram até o local comprar o entorpecente e deixaram o documento como garantia.

Jenifer Silva Machado foi presa em flagrante e os objetos apreendidos e encaminhados para a delegacia.

Jornal Midiamax