Polícia

Sejusp começa operação de combate ao contrabando em 44 municípios de fronteira

A operação vai contar com monitoramento aéreo

Kemila Pellin Publicado em 05/11/2015, às 19h37

None
images.jpg

A operação vai contar com monitoramento aéreo

A Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), por meio do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI-FRON), deu início a Operação Brasil Integrado Ação Fronteiras, que vai fiscalizar 44 municípios em Mato Grosso do Sul, objetivando combater o contrabando e o descaminho. A ação deflagrada nesta quinta-feira (5), acontece simultaneamente em todos os Estados das regiões centro-oeste e sul, e integra o calendário anual de ações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Em MS a operação é a continuação de investigações dos polos do GGI-FRON de Ponta Porã, Corumbá e Naviraí, que resultaram na diminuição da criminalidade na fronteira, segundo informações da Sejusp.

A operação foi planejada com base nos dados estatísticos da Sejusp e em levantamentos realizados por equipes de Inteligência de todas as instituições envolvidas, e vai concentrar ações nas áreas urbanas e rurais dos municípios, com fiscalização de trânsito e aduaneiras, blitz, barreiras, fiscalização à comércios, além de cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão, além do controle aéreo das divisas estaduais e nacionais, com aeronaves da Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo da Sejusp e da Polícia Rodoviária Federal, que mantém um helicópteros realizando o patrulhamento aéreo ao longo da fronteira, orientando as equipes que atuam por terra.

Participam da operação integrantes do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira, do Exército Brasileiro,  Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança, Polícia Civil, Polícia Militar,   Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Rodoviária,  Departamento de Operações de Fronteira e integrantes das Secretarias Municipais de Segurança Pública.

O Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira foi instituído pelo Decreto Federal 7.496 de 8 de Junho de 2011 e faz parte da Estratégia Nacional de Fronteira (Enafron), coordenada pelo vice-presidente da República, e visa o enfrentamento aos crimes transfronteiriços ou transnacionais.

Jornal Midiamax