Polícia

Professor e apresentador de TV é espancado e ex-genro é suspeito

Ex-genro seria suspeito de violência

Midiamax Publicado em 04/11/2015, às 20h24

None
agressao.jpg

Ex-genro seria suspeito de violência

Foto: Via WhatsApp

O professor e apresentador de televisão Benê Cantelli, morador em Dourados, foi agredido por volta das 13 horas desta quarta-feira (4) na sala de sua residência. A Polícia investiga o ex-genro dele como suspeito pelo crime. Amigos e familiares disseram que o crime foi cometido porque Benê era o “pivô da separação”.Professor e apresentador de TV é espancado e ex-genro é suspeito

Segundo informações de amigos de Benê, ele foi internado em estado grave no Hospital da Cassems. “Ele apanhou muito. Foi internado desmaiado. Ele se queixava de dores no rosto e nas costelas. Ele está com muitos hematomas”, disse uma amiga da família.

Ela ainda disse que ele não corre risco de morte. O professor apresenta problemas de memória. “Ele não está reconhecendo todo mundo. Uma ex-funcionária ele reconheceu, mas outra não”, ressaltou.

Segundo ela, o ex-genro, que é usuário de drogas, teria cometido o crime. “Ele entrou na casa, onde estava o professor e a empregada, e chutou Benê até ele desmaiar”, explicou.

O professor fez tomografia computadorizada e aguarda ressonância magnética para saber se há alguma lesão no rosto. Segundo a amiga de Benê, “os médicos disseram que ele ficará em observação até amanhã”.

Benê, que apresenta há cerca de 6 meses o programa “Dourados em Revista”, na TV Grann Dourados, mora sozinho e no momento do incidente estava apenas com a empregada. Ele tem três filhos morando em Dourados.

O ex-genro, suspeito do crime, já teria feito ameaças anteriores ao professor. Em junho deste ano, ele ameaçou a ex-esposa, filha do professor e ele de morte. A Polícia investiga o suspeito.

Jornal Midiamax