Polícia resgata vítima que seria julgada em ‘tribunal do crime’

Ação foi realizada pelo S.I.G. de Três Lagoas 
| 07/05/2015
- 20:21
Polícia resgata vítima que seria julgada em ‘tribunal do crime’

Ação foi realizada pelo S.I.G. de Três Lagoas 

Nesta quarta-feira (6), as equipes da S.I.G. (Seção de Investigações Gerais) da Delegacia da Polícia Civil de Três Lagoas, município localizado a 338 quilômetros a leste de Campo Grande, estouraram um cativeiro e resgataram um homem de 32 anos que era mantido em cárcere privado por um grupo que pertence a uma facção criminosa, que atua dentro e fora de presídios, denominada de PCC (Primeiro Comando da Capital).

A vítima teria procurado um dos criminosos depois de obter informações de que este suspeito estaria com produtos furtados que foram levados da casa de familiares. O suspeito, identificado como André Luiz Martins Porto, de 20 anos, negou estar com os bens e com um revólver rendeu a vítima.

Em seguida, ele convocou outros criminosos ligados à mesma facção criminosa, anunciando que iriam julgá-lo pelo “crime” cometido contra membro da . A vítima foi mantida em cárcere por duas horas sob ameaça com arma de fogo, enquanto chegava ao local um dos membros da facção que iria julgá-la.

Policiais Civis da S.I.G. receberam informação sobre o tribunal e foram até o local, detiveram oito pessoas, sendo quatro adolescentes e quatro adultos. Eles não tiveram os nomes divulgados. Além disso, outros suspeitos que também estavam no local conseguiram fugir.

No imóvel, foram encontrados e apreendidos diversos produtos de furto. Além de papelotes de maconha com um dos envolvidos. O caso foi encaminhado para a delegacia da região e registrado como cárcere privado, receptação, corrupção de menor e

Veja também

Um dos condutores foi encaminhado para o hospital com traumatismo Craniano Encefálico

Últimas notícias