Polícia

Polícia investiga ligação entre assaltos a lotéricas em duas cidades de MS

Imagens das câmeras de segurança das duas lotéricas assaltadas serão comparadas pela polícia

Midiamax Publicado em 02/01/2015, às 20h17

None
noticia-1420209253_22039.jpg

Imagens das câmeras de segurança das duas lotéricas assaltadas serão comparadas pela polícia

A Polícia Civil de Costa Rica, distante 384 quilômetros de Campo Grande, investiga se o roubo a casa lotérica, que aconteceu durante a madrugada desta sexta-feira (2), tem ligação com o crime ocorrido em Chapadão do Sul no inicio desta quinta-feira (1º), quando foram levados cerca de R$ 100 mil do estabelecimento.

De acordo com o delegado Hoffman D’Avila Candido de Souza, da Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, o modo operante nos assaltos as duas lotéricas é semelhante, agora as imagens colhidas nos locais dos crimes serão comparadas para confirmar a suspeita.

“Colhemos algumas imagens e já entrei com contato com o delegado de Chapadão do Sul para confrontar as gravações e confirmar se são as mesmas pessoas que realizaram esses assaltos”, afirma o delegado.

Além das câmeras de segurança, digitais dos autores foram encontradas no local e devem ser encaminhadas para Campo Grande, onde serão examinadas.

Caso

Segundo Hoffman, o assalto aconteceu por volta das 02h03 da madrugada, mas só foi percebido quando o dono do estabelecimento chegou para abrir a lotérica.

“Eles entraram pelos fundos, escalaram o muro e arrombaram uma porta de madeira, com um pé de cabra, para entrar. Depois disso foram direto a sala de monitoramento e com muita propriedade desativaram o sistema em 10 segundo que é o tempo que leva para acionar o alarme”, relata.

Com o alarme desativado, os assaltantes foram até outra sala e mais uma vez usaram o pé de cabra para arrombarem a porta e posteriormente o cofre, no local havia cheques e cédulas de dinheiro que somavam cerca de R$ 50 mil.

Jornal Midiamax