Polícia

Pintor é preso suspeito de abusar de menina de 13 anos por quase dois anos

A prisão aconteceu depois que a mãe da vítima flagrou o homem beijando a adolescente

Midiamax Publicado em 10/04/2015, às 22h03

None
depac_piratininga-gw_1.jpg

A prisão aconteceu depois que a mãe da vítima flagrou o homem beijando a adolescente

Um pintor de 50 anos foi preso, nesta sexta-feira (10), suspeito de abusar de uma menina de 13 anos há quase 2 anos. A prisão aconteceu depois que a mãe da vítima flagrou o homem beijando a adolescente à força, no Jardim Nhanhá.

De acordo com o delegado Camilo Kettenhuber, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, a mãe da menina procurou a delegacia após flagrar o companheiro da sogra beijando a filha à força. No momento, a família estava na casa da avó paterna e a adolescente se arrumava para ir à escola.

“A mãe disse que entrou no quarto e viu o batom da filha borrado na boca do suspeito”, relata Kettenhuber. Em uma conversa, a jovem confessou que desde 2013 era abusada pelo homem, que mantinha um relacionamento com a avó da menina há três anos.

A vítima revelou ainda que o pintor passava a mão pelo corpo dela e também nas partes intimas. “Ele ameaçava matar ela a mãe e toda a família caso contasse para alguém, além disso, falava que estava preparando ela para a vida adulta”, afirma o delegado.

Segundo a menina, o suspeito confidenciou que fazia o mesmo com uma das primas delas, de 14 anos e que teria tido relação sexual com a garota. Horas depois o pintor foi preso em flagrante pela equipe de investigadores da Depac Piratininga.

Conforme Camilo, o homem será indiciado por estupro de vulnerável, que tem pena de 8 a 10 anos. O caso será encaminhado para a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). “Representei pela conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva. Agora ele vai ficar a disposição da Justiça”, conclui Kettenhuber.

Jornal Midiamax