Polícia

Operação da PF cumpre mandados em MS contra a lavagem de dinheiro e tráfico

Dois mandados foram cumpridos em Mundo Novo (MS)

Wendy Tonhati Publicado em 15/06/2015, às 11h04

None
foto_vtr_em_frente_a_casa_de_um_dos_presos.jpg

Dois mandados foram cumpridos em Mundo Novo (MS)

A PF (Polícia Federal) deflagrou na manhã desta segunda-feira (15), a Operação Ferrari, com objetivo de desarticular cinco núcleos de organização criminosa de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Os mandados de prisão são cumpridos em Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Bahia e Sergipe. No Estado, foram cumpridos dois mandados, um de prisão e outro de busca e apreensão, em Mundo Novo, a 462 quilômetros de Campo Grande.

A operação contou com a participação de 300 policiais federais e 28 servidores da Receita Federal do Brasil, que deram cumprimento a 49 mandados judiciais, sendo 20 mandados de prisão preventiva, 22 mandados de busca e apreensão e sete mandados de condução coercitiva.

A operação contou com análise de documentos de dados fiscais e bancários dos integrantes, que revelou um esquema de lavagem de dinheiro. Até o momento, o patrimônio da quadrilha está avaliado em mais de R$ 40 milhões.

O nome da operação é uma alusão ao estilo de vida luxuoso que os criminosos mantinham. Eles possuíam casas em condomínios de alto padrão em Londrina (PR), empresas para lavagem de dinheiro, automóveis importados e embarcações de luxo. Ferrari também era o nome de um dos estabelecimentos empresariais mantidos pela organização criminosa. Os presos serão conduzidos a Curitiba.

Jornal Midiamax