Polícia

MPE-MS instaura inquérito para apurar eventual irregularidade na condução da GCM

Trata-se de possível irregularidade no fato de guardas que teriam feito buscas pessoais na região da feira central

Midiamax Publicado em 18/06/2015, às 15h05

None
mpe.jpg

Trata-se de possível irregularidade no fato de guardas que teriam feito buscas pessoais na região da feira central

Eventual irregularidade na condução de guardas municipais é objeto de inquérito civil aberto pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual em Mato Grosso do Sul). Trata-se de possível irregularidade no fato de guardas que teriam feito buscas pessoais na região da feira central, em Campo Grande.

Segundo publicado, os homens teriam abordado e detido um policial militar, que teria se recusado a sofrer buscas, alegando que os guardas não seriam competentes para proceder de tal forma.

A Prefeitura de Campo Grande, procurada pela equipe do Jornal Midiamax, afirmou que vai verificar a demanda. O inquérito civil, em conversão de procedimento preparatório, foi aberto pela 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio e Social de Campo Grande.

O inquérito civil é procedimento que visa colher evidências e provas que podem ser levadas à Justiça, por meio da propositura de uma ação civil pública.

De acordo com a Corregedoria da PM (Polícia Civil), na época, foi aberta uma sindicância para apurar os fatos. Após a conclusão, o procedimento foi encaminhado para a supervisão das Promotorias Criminais que daria andamento nas investigações.

A GCM (Guarda Civil Municipal), por meio da assessoria de imprensa, disse que vai apurar a demanda.

Jornal Midiamax