O treinamento tem o objetivo de capacitar os servidores

Trinta e cinco guardas civis municipais terminaram nesta segunda-feira (25), um treinamento de 40h/aula de curso prático e teórico de espingarda calibre 12, ministrado por instrutores da  Depen (Polícia Federal e Departamento Penitenciário Nacional).

De acordo com o comandante da Guarda Civil Municipal, Lourenço Gaidarji, o treinamento tem o objetivo de capacitar os servidores para atuarem em ações preventivas e segurança dos bens de serviço de Campo Grande. “O curso proporcionou aos integrantes uma vivência prática e teórica importante para que os guardas possam estar aptos a atuarem nas mais diversas situações e desempenharem com segurança suas funções .

O secretário municipal de segurança pública, Valério Azambuja disse que o treinamento com a espingarda calibre 12 faz parte do cronograma de cursos destinados à capacitação dos guardas civis municipais de Campo Grande. “Com mais esta etapa a administração visa dotar as servidores públicos de conhecimento técnico, prático e teórico para que os mesmos estejam em condição para realizar o manuseio e uso da espingarda calibre 12 em ações preventivas e de segurança em prol da segurança pública de nossos munícipes”.

Os guardas civis municipais dispararam, como parte do treinamento, cerca de 1.200 tiros durante cinco dias de curso e participaram de simulações de situações de risco e ações na contenção de distúrbios civis.

Na grade de formação teórica foram ministradas às disciplinas: Conduta e Normas de Segurança, Dispositivos de Espingarda Calibre 12, manejo, desmontagem e montagem da arma, técnicas de tiro, negociação em crise, desembarque e embarque em viaturas, filosofia dos direitos humanos aplicado à atuação da Guarda Civil Municipal, atuação da Guarda frente aos grupos vulneráveis, sobrevivência urbana, ética e cidadania e legislação sobre o uso da arma de fogo.

Para o guarda civil municipal Elton Santos, aluno do curso, a utilização da arma permite que eles desempenhem suas funções com ainda mais eficiência. “O armamento serve para conferir mais segurança para a população quanto para o próprio guarda durante seu trabalho”.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Segurança Pública até o fim do ano mais 350 guardas deverão receber a mesma capacitação.