Polícia

Família morta em tragédia na BR-163 é velada e será sepultada nesta terça-feira

Além da família, uma quinta vítima morreu preso às ferragens

Midiamax Publicado em 27/04/2015, às 21h41

None
521360_10200175134127597_311366475_n.jpg

Além da família, uma quinta vítima morreu preso às ferragens

Os corpos do advogado Cleiton Andres, de esposa dele Juliane Souza e de seus dois filhos, um menino de 5 anos e uma menina de 3, estão sendo velados nesta segunda-feira (27) na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, em Rio Verde de Mato Grosso, a 204 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o site Edição de Notícias, o sepultamento da família acontecerá às 8 horas desta terça-feira (28) no cemitério municipal. Cleiton era procurador da prefeitura de Rio Verde e sua esposa coordenadora de turismo do município. Por isso, o prefeito da cidade, Mário Kruger (PT), decretou luto oficial de três dias.

A quinta vítima do acidente, Alberto de Souza Arima, de 36 anos, era morador de Bandeirantes e morreu preso às ferragens.  O acidente aconteceu na tarde deste domingo (26), na BR-163, entre Jaraguari e Campo Grande.

Arima era o condutor de um veículo VW Voyage que seguia no sentido sul quando colidiu frontalmente contra um Lifan-X60, que com o impacto pegou fogo. A família que estava no e voltava para Rio Verde, morreu carbonizada. 

Jornal Midiamax