Ex-deputado, filho e outras duas pessoas são executados na fronteira

O ex-deputado, que também foi diretor da Aduana em Pedro Juan Caballero
| 06/05/2015
- 07:02
Ex-deputado, filho e outras duas pessoas são executados na fronteira

O ex-deputado, que também foi diretor da Aduana em Pedro Juan Caballero

O ex-deputado paraguaio do partido colorado Magdaleno Silva foi assassinado com o filho Fernando Silva, o pecuarista Isaac Penha e seu irmão Félix Penha, na manhã desta terça-feira (5), na casa de Magdaleno na cidade paraguaia de Yby Yaú, departamento de Concepción.

O ex-deputado, que também foi diretor da Aduana em Pedro Juan Caballero entre 2003 e 2004, estava em sua casa no Bairro São João, quando foi executado por atiradores que chegaram à casa com armas de grosso calibre atirando na direção das pessoas que estavam no local. 

O radialista Angel Cabanhas, que trabalha em uma emissora de rádio de propriedade do ex-deputado também foi atingido por tiros e foi levado em estado grave ao Hospital de Concepción.

De acordo com o site Ponta Porã informa, Magdaleno, seu filho e o radialista foram socorridos, porém chegaram mortos ao Hospital Regional de Concepción.

Veja também

Penitenciária sofrerá intervenção por 30 dias

Últimas notícias