Polícia

Estudante é preso e multado em R$ 1,5 mil após atirar em gato com espingarda

A arma foi apreendida

Renata Portela Publicado em 28/10/2015, às 12h52

None
gato-ferido-maus-tratos-ap.-taboado-pma-672x372.jpg

A arma foi apreendida

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aparecida do Taboado, a 467 quilômetros de Campo Grande, prendeu um rapaz de 26 anos por maus-tratos. O estudante teria atirado em um gato de estimação com uma espingarda e foi multado pelo crime.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, a equipe da PMA recebeu a denúncia de que um homem estaria atirando em um gato. Os policiais foram até o bairro, onde teria ocorrido a denúncia, e localizaram o gato ferido e com dificuldades de locomoção. O animal foi recolhido e a equipe policial localizou o suspeito. O estudante, de 26 anos, confessou o crime e entregou a arma.

A espingarda de pressão foi apreendida e o jovem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil do município, onde foi autuado pelo crime ambiental, que prevê pena de três meses a um ano de detenção. Ele recebeu multa administrativa de R$ 1,5 mil e terá o direito de defesa junto ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

O gato foi encaminhado a um médico veterinário, que fez o atendimento e ainda se voluntariou a cuidar do animal.

Jornal Midiamax