Polícia

Dois são presos com drogas, arma e carros clonados em MS

A polícia foi informada de que a dupla estava com veículos dubles

Diego Alves Publicado em 02/04/2015, às 01h37

None
wmx-1129x635x4-551c3b33f1bf42def2ab49bdeb2dcc6f56de746c7d175.jpg

A polícia foi informada de que a dupla estava com veículos dubles

Alex Sperti Rocha, 29 anos, e Paliano de Souza, 30 anos, foram preso em flagrantes em Dourados, 228 quilômetros de Campo Grande, por policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) com carros clonados e armas.

A polícia recebeu informações de que Alex e Thiago estariam com dois veículos dubles, que vieram do estado de São Paulo, e seriam trocados por drogas em Dourados.

Os policiais localizaram um veículo Toyota Corolla, cor prata, placas DGL-4224 de Ribeirão Preto (SP) que estava na casa de Alex, localizada bairro BNH 4º plano, e outro veículo Fiat Siena cor preta placas EEX-3415 de São Paulo na casa de Tiago, no Jardim Água Boa.

Durante a abordagem os policiais constataram que as placas eram dublês, pois o veículo Siena possui o seu sinal identificador placa EQY-7358, o qual possui ocorrência de roubo em São Paulo (SP), ocorrido em março de 2015.

Já o Corolla possui sinal identificador placa DHO-0654, na qual tem ocorrência de roubo também em São Paulo  (SP), ocorrido em janeiro deste ano. Alex e Thiago comentavam com pessoas do seu meio que a polícia dificilmente conseguiria saber que os veículos eram dublês, pois os documentos eram originais e muito bem elaborados.

Dando sequência nas diligências, foram realizadas buscas nas casas dos envolvidos, e na residência de Alex  foi localizada um revólver  calibre 38, municiada com cinco cartuchos intactos, além de 7 porções de maconha, que totalizaram cerca de 21,7 gramas, já prontas para a venda.

Alex e Thiago foram autuados na sede da Defron, pelo delegado Venâncio Caputti Neto por Associação Criminosa, Falsidade Ideológica, Posse Irregular De Arma De Fogo De Uso Permitido, Receptação e Tráfico De Drogas. Alex possui várias passagens pela policia por Homicídio Culposo, Dano, uso de Drogas, falso testemunho e desacato, já Thiago não tinha passagem pela policia.

Jornal Midiamax