Polícia

Com capacidade para dez, delegacia onde ocorreu fuga abrigava 21 presos

Sinpol denunciou superlotação 

Renata Portela Publicado em 22/11/2015, às 14h32

None
barra.jpg

Sinpol denunciou superlotação 

A Delegacia de Polícia Civil de Itaquiraí ainda mantém pelo menos 15 presos nas celas, após o episódio de fuga no sábado (21). Na ocasião, cinco detentos agrediram o policial Arlei Marcelo Farias, de 38 anos, com uma barra de ferro retirada de uma das grades da cela. Eles fugiram e seguem foragidos até a manhã deste domingo (22).

Segundo a Polícia Civil, outros detentos continuam na delegacia. Também segundo a polícia, havia outros detentos na mesma cela, de onde fugiram Paulo Henrique de Lacerda, de 21 anos, Fabiano Alberto de Oliveira, de 31 anos, Neuclair Junior Gomes Buscioli, de 24 anos, Jeferson Alves de Lima, de 27 anos, e Suzanei Silveira, de 32 anos.

Os cinco teriam planejado a fuga, agrediram o policial que entregava as marmitas dos presos, roubaram a arma dele, uma pistola, e fugiram na Parati, vermelha, placas CAT-3450 de Itaquiraí (MS). O Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) publicou nota, afirmando que há anos cobra das autoridades competentes a retirada dos presos das delegacias. Além disso, há informação de que a delegacia possui capacidade para 10 presos, mas mantinha 21 no sábado.  

Até o momento, não houve declaração por parte do Poder Judiciário a respeito do caso. Segundo informações da Polícia Civil, Arlei passa bem e, até o momento, os fugitivos não foram localizados. Paulo tem passagens por roubo, furto e tráfico, Fabiano, Jeferson e Suzanei respondem por roubos e Neuclair foi preso por tráfico de drogas. 

Jornal Midiamax